Livros em casamentos: um doce romance - Blog AboutLove

Livros em casamentos: um doce romance

Era uma vez, uma garotinha que cedo despertou para as letras. Cresceu na companhia dos livros. Tornou-se noiva e o gosto por histórias só aumentou. No casamento, então, resolveu  fazer uma dupla celebração. Queria festejar a união com o amado e a paixão pela leitura. Como? Usando livros na decoração do casamento.

Esse conto é uma bela inspiração para sua história real. O legal é que trabalhar com livros em casamentos é bem fácil. Você pode colocá-los onde imaginar. E coloque imaginação nisso!  A começar pela cerimônia, se ela não acontecer na igreja. Um arco de flores, por exemplo, pode se tornar um arco de livros. E por que não pendurá-los, elegantemente em uma espécie de caramanchão?!

Os livros também são perfeitos arranjos de mesa. E nem se preocupe muito com o estado desses itens. Folhas amareladas e capas descascadas fazem parte dessa atmosfera retrô, super valorizada. Se misturados com barbantes, fitas, rendas e utensílios antigos, os livros ganham ainda mais charme e evidenciam o estilo vintage ou rústico/chique da festa.

Se você tiver aquele livro bem antigo mesmo, cujas folhas já estão soltando, ótimo! As páginas podem se transformar em itens criativos da decoração. Dá pra fazer paineis, sousplat, flores, corações, lanternas, saquinhos para lembrancinhas, etc.

Aproveite também para fazer uma toalha ou um caminho de mesa pra lá de original. É só colar uma folha na outra, variando as direções, e pronto.

Quer fazer os convidados sentirem, literalmente, o doce sabor da leitura? Encomende um bolo inspirado nos livros. Já tinha pensado nisso?

grey Livros em casamentos: um doce romance

Foto: Azelle via Ruffled Blog

Com essa união de livros e casamento, você começa a escrever o seu próprio romance em grande estilo, com a certeza de que apenas um final é possível: o feliz.

 

Leia o post anterior:
convite about love para casamento preto e branco
A elegância do casamento preto e branco

Os mais conservadores podem até torcer o nariz à primeira vista. Mas não há como resistir à elegância de um...

Fechar